• Em posts antigos, você encontrará varias histórias e ilustrações do Folclore de varias regiões do Brasil, Saci, curupira, Boitatá, negrinho do Pastoreio, e algumas lendas urbanas mais recentes, como A Perna Cabeluda...
  • peça sua caricatura de noivos para convites de casamento, convites de aniversário, caricaturas como brinde ou lembrança de festas de aniversário
  • AS Os Gifs laterais contem links especiais, ALGUMAS SAO LINKS SURPRESAS....
  • .. Se você procura por Ilustrações, caricaturas, ou caricaturista para eventos e bons preços com trabalho de qualidade. você está no lugar certo ....contrate serviço de caricatura, ou ilustração
  • todas as imagens expostas neste blog são de autoria de JAKARED, ilustrador, caricaturista e humano.
  • quarta-feira, 4 de setembro de 2013

    Moraes Moreira


    Moraes Moreira começou tocando sanfona de doze baixos em festas de São João e outros eventos de Ituaçu, o "Portal da Chapada Diamantina". Na adolescência aprendeu a tocar violão, enquanto fazia curso de ciências em Caculé, Bahia. Mudou-se para Salvador e lá conheceu Tom Zé, e também entrou em contato com o rock n' roll. Mais tarde, ao conhecer Baby Consuelo, Pepeu Gomes,Paulinho Boca de Cantor e Luiz Galvão, formou o conjunto Novos Baianos, onde ficou de 1969 até 1975. Juntamente com Luiz Galvão, foi compositor de quase todas as canções do Grupo. O álbum Acabou Chorare, lançado pela banda em 1972, foi considerado pela revista Roling Stone Brasil um dos 100 melhores álbuns da história da música brasileira. Moraes Moreira possui 40 discos gravados, entre Novos Baianos, Trio Elétrico Dodô e Osmar e ainda dois discos em parceria com o guitarrista Pepeu Gomes. Moraes se enquadra entre um dos mais versáteis compositores do Brasil, misturando ritmos como frevo, baião, rock, samba, choro e até mesmo música erudita.

    Carreira Solo

    Saiu em carreira solo no ano de 1975, e desde então já lançou mais de 20 discos. Na sua carreira solo, destacou-se como o primeiro cantor de trio elétrico, cantando no Trio de Dodô e Osmar, e lançou diversos sucessos de músicas de carnaval, no que se convencionou chamar de "frevo trieletrizado". Alguns dos sucessos dessa fase são "Pombo Correio", "Vassourinha Elétrica" e "Bloco do Prazer", dentre outras. Durante os anos 80 se afastou um pouco do carnaval baiano, devido a comercialização do carnaval baiano para a indústria do turismo. Em 1994 gravou O Brasil Tem Concerto, influenciado pela música erudita, e no ano seguinte gravou o Moraes Moreira Acústico MTV, mais tarde transformado em CD e DVD. Em 1997, gravou um disco carnavalesco em que comemora seus 50 anos, 50 carnavais e dois anos depois lança o disco 500 Sambas em homenagem aos 500 anos de descobrimento do Brasil. No ano 2000 lançou o disco Bahião com H, tocando o baião com seu característico sotaque baiano. Em 2003 completou sua trilogia que tinha como tema o Brasil, e incluía os três álbuns Lá Vem o Brasil Descendo a Ladeira (1979) e O Brasil Tem Concerto (1994) e Meu Nome é Brasil (2003). Em 2005 lançou independentemente o surpreendente disco De repente, misturando hip hop com repente nordestino e o swing característico de seu violão. Em 2008 Moraes lançou o livro A história dos Novos Baianos e outros versos em que conta a história do grupo em literatura de cordel e curiosidades sobre as músicas de sua carreira solo, e sai em turnê pelo Brasil com o show homônimo, tocando os maiores sucessos de sua carreira e recitando trechos do livro, que em 2009 foi transformado em DVD e CD.

    Em 2012 Moraes gravou o disco A Revolta dos Ritmos, um disco com 12 composições inéditas dele. Paralelo ao novo CD Moraes viajou pelo Brasil, ao lado do seu filho Davi Moraes, com uma turnê comemorando os 40 anos do disco Acabou Chorare. A princípio seria apenas um show, mas devido ao grande sucesso a turnê foi criada e fez uma série de shows.

    quarta-feira, 14 de agosto de 2013

    Jards Macalé

    Nasceu no bairro da Tijuca, ao pé do Morro da Formiga, rodeado de música: no morro, os batuques; no vizinho, Vicente Celestino e Gilda de Abreu. E em casa, os foxes, as valsas e as modinhas tocadas ao piano pela mãe, dona Lígia, (que também cantava) e no acordeom, pelo o pai. O coro familiar tinha Roberto (o irmão caçula) e Jards. No rádio, Orlando Silva, Marlene, Emilinha Borba.
    Ainda menino, mudou-se para Ipanema, onde ganhou o apelido de "Macalé" - nome do pior jogador do time do Botafogo, à epoca. Adolescente, formou seu primeiro grupo musical - o duo "Dois no Balanço"; veio depois o Conjunto Fantasia de Garoto, de jazz, seresta e samba-canção.
    Estudou piano e orquestração com Guerra Peixe, violoncelo com Peter Dauelsberg, violão com Turíbio Santos e Jodacil Damasceno, análise musical com Ester Scliar.
    Começou carreira profissional em 1965, como violonista no Grupo Opinião. Fez direção musical dos primeiros espetáculos de Maria Bethânia. Teve composições gravadas por Elisete Cardoso, Nara Leão. Com Gal Costa, Paulinho da Viola e o parceiro José Carlos Capinam, criou a agência Tropicarte, para administrar os próprios espetáculos.
    Em 1969, participou do 4.º Festival Internacional da Canção apresentando a canção Gotham City, e lançou o primeiro disco, "Só Morto". Trabalhou com Gal Costa no disco Le-Gal e no show Meu nome é Gal. Em 1971, foi para Londres, a convite deCaetano Veloso, com quem tocou e gravou. No mesmo ano, volta ao Brasil, e lança seu primeiro LP, Jards Macalé. Em 1974, lançou o LP Aprender a Nadar.
    Participou como ator e compositor da trilha sonora dos filmes Amuleto de Ogum e Tenda dos Milagres, de Nelson Pereira dos Santos. Também compôs para as trilhas sonoras de Macunaíma de Joaquim Pedro de Andrade, O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro, de Glauber Rocha, A Rainha Diaba, de Antônio Carlos Fontoura, Se segura, malandro!," de Hugo Carvana, Getúlio Vargas, documentário de Ana Carolina, e "Se segura malandro", de Hugo Carvana. Compôs também trilhas sonoras para teatro.
    Em 1976, se tornou parceiro de Moreira da Silva no samba de breque Tira os óculos e recolhe o homem.
    Macalé é autor de canções como Vapor BaratoAnjo ExterminadoMal SecretoMovimento dos BarcosRua Real GrandezaAltezaHotel das EstrelasPoema da Rosa. Teve como parceiros Capinam, Waly Salomão, Torquato Neto, Naná Vasconcelos, Xico Chaves, Jorge Mautner, Gláuber Rocha e ainda Abel Silva, Vinícius de Morais, Fausto Nilo. Entre os intérpretes de suas canções, estão Gal Costa ("Hotel das Estrelas" e "Vapor barato"), Maria Bethânia ("Anjo exterminado" e "Movimento dos barcos"), Clara Nunes ("O mais-que-perfeito"), Camisa de Vênus ("Gotham City") e O Rappa ("Vapor Barato"), entre outros.
    Embora tenha também parcerias com Gilberto Gil e Caetano Veloso, rompeu com eles por considerar que o tropicalismo havia sido cooptado pela indústria cultural, perdendo a independência.
    Em 1985, participou do musical Areias Escaldantes.
    Em 2012, participou em colaboração com a banda Dorgas da série Meet The Legends, da empresa de óculos-escuro Ray-Ban, aonde cantou a faixa "Faisão Dourado (Tendência e Cor)" de autoria original da banda 
    Em 2013 participou do evento Canções do Exílio, onde declarou ser anarquista.

    segunda-feira, 24 de junho de 2013

    Jean-Michel Basquiat




    Basquiat tinha ascendência porto-riquenha por parte de mãe e haitiana por parte de pai. Desde cedo mostrou uma aptidão incomum para a arte e foi influenciado pela mãe, Matilde, a desenhar, pintar e a participar de atividades relacionadas ao mundo artístico. Em 1977, aos 17 anos, Basquiat e um amigo, Al Diaz, começaram a fazer grafite em prédios abandonados em Manhattan. A assinatura era sempre a mesma: "SAMO" ou "SAMO shit" ("same old shit", ou, traduzindo, "sempre a mesma merda"). Isso gerou curiosidade nas pessoas, principalmente pelo conteúdo das mensagens grafitadas. Em dezembro de 1978, o veículo Village Voice publicou um artigo sobre as escrituras. O projeto "SAMO" acabou com o epitáfio "SAMO IS DEAD" (SAMO está morto) escrito nas paredes de construções do SoHo nova-iorquino.
    Em 1978, Basquiat abandonou a escola e saiu de casa, apenas um ano antes de se formar. Mudou-se para a cidade e passou a viver com amigos, sobrevivendo através da venda de camisetas e postais na rua. Um ano depois, em 1979, contudo, Basquiat ganhou um status de celebridade dentro da cena de arte de East Village em Manhattan por suas aparições regulares em um programa televisivo. No fim da década de 1970, Basquiat formou uma banda chamada Gray, com o então desconhecido músico e ator Vincent Gallo. Com o conjunto, tocaram em clubes como Max's Kansas City, CBGB, Hurrahs e o Mudd Club. Basquiat e Gallo viriam a trabalhar em um filme chamado Downtown 81 (também conhecido por "New York Beat Movie"). A trilha sonora deste tinha algumas gravações raras da Gray. A carreira cinematográfica de Basquiat também incluiu uma aparição no vídeo "Rapture" da banda Blondie.
    Basquiat começou a ser mais amplamente reconhecido em junho de 1980 quando participou do The Times Square Show, uma exposição de vários artistas patrocinada por uma instituição de nome "Colab". Em 1981, o poeta, crítico de arte e "provocador cultural" Rene Ricard publicou um artigo em que comentava sobre o artista. Isso ajudou a catapultar de vez a carreira de Basquiat internacionalmente. Nos anos consecutivos, Basquiat continuou a exibir sua obra em Nova York ao lado de artistas como Keith Haring e Barbara Kruger. Também realizou exposições internacionais com a ajuda de galeristas famosos.
    Já em 1982, Basquiat era visto freqüentemente na companhia de Julian Schnabel, David Salle e outros curadores, colecionadores e especialistas em arte que seriam conhecidos depois como os "neo-expressionistas". Ele começou a namorar, também, uma cantora desconhecida na época, Madonna. Neste mesmo ano, conheceu Andy Warhol, com quem colaborou ostensivamente e cultivou amizade.
    Dois anos depois, em 1984, muitos de seus amigos estavam preocupados com seu uso excessivo de drogas e seu comportamento paranóico. Basquiat, então, já estava viciado em heroína. No dia 10 de fevereiro de 1985, Basquiat foi capa da revista do The New York Times, em uma reportagem dedicada inteiramente a ele. Com o sucesso, foram realizadas diversas exposições internacionais em todas as maiores capitais europeias. Basquiat morreu de um coquetel de drogas (uma combinação de cocaína e heroína conhecida popularmente como "speedball") em seu estúdio, em 1988. Após sua morte, um filme que levava seu nome foi lançado contando sua biografia, dirigido por Julian Schnabel e com o ator Jeffrey Wright no papel de Basquiat.

    quinta-feira, 30 de maio de 2013

    Baden Powell


     É considerado um dos maiores músicos brasileiros de sua época e um dos maiores violonistas brasileiros de todos os tempos,
    Começou a tocar violão com sete anos, se tornou profissional aos treze, mas só ficou famoso no Brasil quando constituiu uma parceria com Vinícius de Moraes, que escreveu versos para suas composições, criando o gênero chamado de afro-samba. Para tais músicas, ele e Vinícius foram a Bahia para pesquisarem sobre o candomblé e a umbanda.
    Tocava a música tradicional brasileira, mas amava o jazz e logo desenvolveu um estilo que se baseava em Django Reinhardt e Barney Kessel. Passou a ser conhecido internacionalmente em 1966 quando Joachim-Ernst Berendt teve a oportunidade de conhecê-lo, convidando-o para gravar seu primeiro disco e visitar a Europa.
    O sucesso não o abandonou e sua fama foi aumentando com seus discos, principalmente na Alemanha.[ Continuou dando concertos, também nos Estados Unidos, onde teve a oportunidade de se apresentar com Stan Getz, Stephane Grapelli e Jean Luc Ponty.6
    Powell foi internado, em 22 de agosto de 2000, na Clínica Sorocaba, pois estava como pneumonia7 bacteriana grave e morreu em 26 de setembro de 2000, aos 63 anos, devido a uma infecção generalizada em decorrência da mesma.

    terça-feira, 6 de novembro de 2012


    Procurando Caricatura de casamento? 
    é so chegar e enviar um email para jacaredd@gmail.com ou telefonar para (21)79291473 e pedir seu orçamento; Caricaturas com toques realistas, coloridas, ou preto e branco, para convites; temáticas variadas Caricatura para lembranças do Casamento! CASAMENTO, NOIVADO, 15 ANOS, BODAS, aniversário Infantil e tudo mais...estampe sua camisa com uma caricatura.

    sábado, 25 de agosto de 2012

    segunda-feira, 19 de março de 2012

    CARICATURA

    CASAL NA PRAIA TOMANDO BANHO DE SOL

    MARIO LAIGNIER E CAIO CESAR CHACAL ANOMEA VISUAL



    PEDRO BARRETO PROFESSOR ESCOLA DE BELAS ARTES GRAVADOR 

    Caricatura do BB KING

    CARICATURA DO Músico Pixinguinha


    Fotógrafo Walter Firmo





     Se você procura por Ilustrações, caricaturas, ou caricaturista para eventos e bons preços com trabalho de qualidade. você está no lugar certo ....contrate serviço de caricatura, ou ilustração, Ilustrações Erótica,  envie um email e peça o orçamento para jacaredd@gmail.com.



    Caricaturas de graça, peça a sua caricatura de casamento de graça,  caricaturas gratuitas.
    belas caricaturas  baratas, preço camarada
    excelentes caricas


    Diversas Caricaturas preto e branco colorida, efeitos variados.

    sábado, 24 de setembro de 2011

    Como Fazer Uma Caricatura



    Para fazer uma caricatura o processo é esse ai, simples,  primeiro vc faz TCHUM, DEPOIS FAZ TCHAM, DEPOIS DE ALGUM TEMPO TCHAMTCHAMTCHAM. Na próxima postagem  colocarei o trabalho final dessa carica do ator Peter Dinklage.Para encomendar uma ilustração ou alguma caricatura, basta enviar um email solicitando o orçamento. As ilustrações são digitais em alta qualidade que pode ser enviada via email ou se preferir pelo Serviço de Correios , ja impressa em algum item de seu agrado.     jacaredd@gmail.com para pedir o orçamento.